caráter

Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes: Por que o caráter é mais importante

Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes: Por que o caráter é  mais importante

Nessa jornada pelo livro os Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes chegamos ao segundo capítulo e o que mais me chamou atenção foi a discussão entre a petica da personalidade e a ética do caráter.

A ética do caráter

menino com ovelha

A literatura de motivação dos primeiros cento e cinquenta anos era focada na ética do caráter e a base do sucesso consistia em ter atributos como humildade, integridade, felicidade, temperança, coragem, justiça, paciência, diligência, simplicidade, modéstia e a regra de ouro de todos esses atributos: fazer aos outros aquilo que você gostaria que fizessem a você. Jesus falou isso em Mateus 7:12 :

Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam; pois esta é a Lei e os Profetas”.

Segundo Sthepen Covey, A ética do caráter ensina que existem  os princípios básicos para uma vida proveitosa,  e que as pessoas só podem experimentar uma vida de sucesso e felicidade duradoura quando aprendem a integrar esses princípios a seu caráter básico.

A ética da personalidade

mulher trabalhando

Logo depois da 2° Guerra Mundial, a visão básica do sucesso deslocou-se da ética do caráter para a ética da personalidade. Não havia mais tanta ênfase na honestidade, na modéstia ou coisas similares, mas na boa comunicação, nas técnicas de persuasão.

A ética do caráter é uma grandeza primária, já a ética da personalidade, uma grandeza secundária. Se a pessoa é reconhecida socialmente pelos seus talentos (grandeza secundária), mas é pobre em caráter, não passará confiança.

Se a confiança nas relações que tal pessoa se dispuser a fazer for pouca ou inexistente, o sucesso estará com os dias contados.

Não adianta apenas ser o “bonzão” em tudo, mas é preciso ser alguém que realmente se importa com as pessoas.

Isso vale para tudo o que você entrega. As pessoas não são idiotas e máscaras não costumam ficar firmes por muito tempo.

O caráter fala mais alto

Algumas pessoas com grandeza secundária carecem de grandeza primária e isso ficará evidente, pois é o caráter que fala mais alto:

“O que você é ecoa em meus ouvidos com tanta força que não consigo ouvir o que você diz”

Outras pessoas possuem mais habilidades de grandeza primária, mas em contrapartida não o possuem de grandeza secundária. Nesse caso os efeitos são secundários, pois como já mencionei aqui as habilidades de grandeza primária, relacionadas ao caráter, são mais importantes.

Você pode ser tímido, ter dificuldade de falar em público  e isso se torna uma dificuldade se você tem algo que deseja compartilhar com as pessoas, mas acaba travando na hora de falar. Esse tipo de postura torna difícil até a conquista de um determinado emprego, muitas vezes. Mas é possível vencer essas dificuldades.

Uma pequena história

mesa de trabalho

Recentemente uma amiga me contou uma história de dois candidatos  que foram submetidos a uma entrevista de emprego.O primeiro era muito falante, e formação de alto nível; o segundo tinha um conhecimento incrível e formação também , mas era tímido e um pouco menos proativo.  Mas ele  tinha uma qualidade rara: ele encantava as pessoas pela sua sinceridade.

Quem ficou com a vaga?

Bom, quem ficou com a vaga não foi ele, mas dias depois ligaram para ele dizendo que havia sido criado um outro cargo na empresa e o queriam lá para trabalhar com eles. O funcionário ban, ban, ban, acabou nem dando conta do recado.

Ele tinha muita personalidade, mas não sabia resolver metade das coisas que pediam que fossem feitas no seu trabalho, não preciso nem dizer quem as resolvia não é mesmo?

O mundo gira e os espertos nem sempre vencem

Hoje quem ocupa a vaga é aquele candidato tímido, que embora tivesse carência de grandeza secundária, tinha o mais importante, grandeza primária, caráter. Histórias assim podem ser raras, mas acontecem e nos ensinam muita coisas.

Resumindo: o que somos comunica muito mais do que o que dizemos. No final das contas, quem somos sempre fica em evidência, cedo ou tarde.

Opte pela honestidade

criança feliz

Sei que no mundo que vivemos, tão permeado de injustiça, mentiras e enganos, é muito difícil mantermos  uma postura que valorize a ética do caráter, até porque o que mais esperam de nós é que venhamos a agir de acordo com a ética da personalidade e esta não é errada, mas não pode ser priorizada acima da primeira.

A ética da personalidade vale muito pouco diante da mentira. Quando você constrói relacionamentos, sejam eles de trabalho , amizade, familiares ou amorosos baseado apenas nas habilidades sociais, se não houver algo maior que sustente tudo isso, certamente ele ruirão por fala de confiança, de credibilidade.

Quando o charme não é suficiente

Um exemplo clássico é o rapaz que usa todo o seu charme e sua habilidade de conquista para começar a namorar uma moça, mas depois revela falhas de caráter, traindo-a, tratando-a mal ou coisa semelhante.

Todo o seu charme e beleza  não serão suficientes para sustentar o  relacionamento, pois faltou confiança. Isso se revela também nos negócios, no trabalho, na vida.

Para encerrar essa postagem quero deixar com vocês uma citação literal de Stephen Covey, autor do Livro Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes:

Em última análise, o que somos comunica com muito mais eloquência do que o que dizemos ou fazemos. Nós todos sabemos disso. Existem pessoas em quem confiamos absolutamente, pois conhecemos seu caráter. Não importa se são eloquentes ou se conhecem as técnicas de comunicação. Confiamos nelas e trabalhamos com elas de modo proveitoso.

Um desejo

Meu desejo é que você seja essa pessoa que inspira confiança, não porque manipula, mas porque tem grandeza primária e se pauta pela ética do caráter.

Você pode até demorar mais que a maioria, em alguns casos, para chegar aonde quer, mas quando chegar estará firmado, porque não usa máscaras, você é exatamente aquilo que é, que as pessoas veem, sem truques.

3 Comments

  • Reply Gisley Scott julho 20, 2017 at 11:12 pm

    Olha, caráter está em falta. E nem falo nas grandes decisões não. Falo em coisas pequenas, corriqueiras. É fácil ter caráter em qualquer área na vida quando tudo vai bem e esse é o problema maior que vejo hoje: as pessoas querem fazer o que é certo só quando tem vontade ou quando lhe favorecem fazer, mas mal sabem que isso dificulturá sua vida lá na frente( pois como o falante da entrevista), pois não há como se esquivar das responsabilidades e desafios sendo simplesmente extrovertido.

    Beijos!
    http://www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    • Reply Daniele Leite julho 23, 2017 at 11:51 am

      Você tocou num ponto bem interessante: as pessoas só querem andar na linha quando isso as beneficia. Mas ainda há alguns seres humanos bacanas nessa terra e eles e com a graça de Deus eles verão a recompensa lá na frente.
      Bjos!

  • Reply sorria menina julho 21, 2017 at 5:30 pm

    Amei o post ! Preciso deste livros, é ótimo ler sobre personalidade, ética e caráter. E perceber que são qualidades importantes na vida de um servo do Senhor.

    http://sorriameninaoficial.blogspot.com.br/

  • Deixe seu comentário!