Melhore sua produtividade com o conceito dos “Três As”

Compartilhe!

Melhore sua produtividade com o conceito dos “Três As”

Muitas das tarefas que executamos no dia a dia são feitas sem nenhuma reflexão, no modo piloto automático. Isso, de certa forma, nos ajuda a enfrentar um dia cheio, mas o que você diria se pudesse melhorar ainda mais o seu desempenho utilizando técnicas simples e baseadas na neurociência para ajudá-lo a ter um dia mais produtivo e satisfatório? É isso que vou ajudá-lo a fazer com essa postagem

Como nosso cérebro atua

jogo de xadrez

Apesar de ser uma máquina viva, nosso cérebro não dá conta de processar todas as informações do mundo. Ele trabalha com filtros e isso de forma natural. Ele prioriza tudo aquilo que considera digno de atenção e filtra o que não parece importante. Um exemplo:

Sempre gostei muito de ler eu lembro de estar relendo o livro ” A fábrica de fazer pano”, cuja a história eu amava. Eu tinha por volta de 7 anos e meio.  Eu fiquei tão concentrada no que estava fazendo, tentando mudar, na minha mente, o rumo de alguns personagens, que não escutei (pelo menos não conscientemente) a voz da minha mãe me chamando. Só vim prestar atenção ao seu chamado quando ela gritou e tocou em mim.

O sistema automático do meu cérebro decidiu que não valia a pena desviar a atenção para o chamado da minha mãe, embora esse chamado também fosse importante, talvez mais que a minha leitura naquele momento. Quando ela me perguntou porque eu não respondi, eu disse que não tinha escutado. Realmente eu não a escutei.

Essa capacidade de filtro do nosso cérebro possui dois lados: um bom e um ruim. O lado bom é que permite que você se concentre de fato em alguma atividade. O lado ruim é que algo útil pode acabar sendo marcado pelo nosso cérebro como uma coisa sem importância

Posso desligar o filtro do sistema automático do cérebro?

Não. Não há com desligar essa função, mas há como ajustar as configurações. Você pode definir para o seu cérebro o que é mais importante e isso vai influenciar diretamente na sua produtividade ao londo do dia.

A cegueira intencional

Nós só vemos aquilo que achamos que merece a nossa atenção. Se estivermos muito obstinados a encontrar fios de cabelos no tapete da sala , deixaremos outras coisas  passarem despercebidas, como um pedaço de papel por exemplo. Por isso é tão importante que definamos prioridades para nós mesmos, para o nosso dia, para a  nossa vida.

Para qual realidade em particular você gostaria que seu cérebro prestasse um pouco mais de atenção?

Mudando os nossos filtros

Se mudarmos nossa intenções, os filtros do nosso cérebro também mudarão e os fatos mudarão juntos. É como aquela pesquisa que fazemos ao procurar um imóvel. Quando aplicamos os filtros, tudo o que não é interessante é retido e só o que estamos procurando de verdade nos é mostrado. Podemos aplicar isso à nossa mente.

Se deixarmos o que nos cerca controlar o nosso dia, chegaremos ao final dele com aquela sensação de muita coisa que deveria ter sido feita não o foi. Não estou dizendo que agora você deva controlar tudo, até porque isso seria automatismo demais e nós não somos robôs de produção.

Porém, um mínimo de organização garante que façamos o que deve ser feito e deixemos de lado o que não precisa ser feito naquele momento.

Vendo as tarefas do dia pelas lente dos “Três As” e obtendo um dia mais produtivo

Caroline Webb, em seu livro “Como ter um dia ideal”, nos inspira a criar uma rotina de definição de intenções para o dia, levando em conta as prioridades e também as preocupações e o estado de espírito que teremos naquele dia.

Para isso ela usa o conceito dos “três As”, que eu prefiro chamar de “lente dos três As”. Tais lentes permitirão que enxerguemos as coisas sob três ângulos:

1 – Aspiração

  • Pense em cada uma das atividades mais importantes do dia;
  • O que é preciso para que essas atividades sejam bem-sucedidas?
  • A resposta é a sua aspiração ideal

 

2 – Atitude

  • Reflita, no momento mais adequado para você,(pode ser logo no início da manhã ou no final do dia anterior) ao pensar no dia de trabalho que vai começar, sobre as perguntas do ponto anterior;
  • Depois da reflexão, identifique as preocupações que mais influenciam o seu pensamento e humor, pode anotá-las se desejar;
  • Agora faça a si mesmo essa pergunta: – Essas preocupações o ajudam a atingir o real objetivo? se a resposta for não, deixe-as de lado e se concentre no que realmente importa.

3 – Atenção

Considerando as suas reais prioridades, em que você gostaria de concentrar a sua atenção? Classifique as prioridades por ordem de urgência, necessidade… Comece o seu dia.

Um pouco do que eu fazia “errado” no trabalho

Eu perdia muito tempo com conversas inúteis no trabalho quando deveria na verdade estar planejando minhas aulas e não ter que fazer isso em casa, onde já possuía outras tarefas como cuidar da casa e gerenciar alguns blogs  junto com meu marido. Eu empurrava o dia com a barriga e fazia o que ia aparecendo para fazer. O resultado disso: sempre levava trabalho para casa porque não fazia o que deveria ser feito no trabalho.

Com a implementação de algumas metodologias simples, como essa que compartilho aqui com vocês e que está disponível no livro da Caroline Webb, melhorei em 200% o meu desempenho e consigo ter um dia agradável, fazer o que preciso e curtir alguns hobbies.

Não usei só as técnicas desse livro , mas de treinamentos presenciais que fiz (inclusive alguns bem caros) e cursos on-line. Como “Produtividade” é um tema pelo qual sou fascinada, não me canso de estudar e aprender sobre ele.

Hoje eu posso dizer que trabalho com filtros, com metas e faço o meu dia render. Quando a maioria dos meu colegas chega com uma cara desanimada de cansaço, eu estou bem. Primeiramente pela graça de Deus e também por ter tido a oportunidade de aplicar métodos bacanas de gerenciamento de tempo. O conceito dos “Três As” foi mais um que veio agregar valor à minha rotina de tarefas.

Pondo em prática

tempo

Você pode separar uns trinta minutinhos antes de começar o seu dia de trabalho ou 30 minutinhos do dia anterior para refletir sobre essas questões:

  • Anotar o que deve ser feito,
  • Reflita sobre o que é necessário para executar tais tarefas,
  • Antecipe  como estará o seu humor ( eu, por exemplo , com TPM, sou a rabugice em pessoa)
  • Veja o que o preocupa e deixe de lado as preocupações que nada tem a ver com o que você precisa fazer;
  • Foque sua atenção naquilo que é verdadeiramente importante, estabelecendo níveis de prioridade

Lembre-se, ao mudarmos nossas intenções, os filtros do nosso cérebro também o farão e tudo mudará junto. Cabe a você fazer essa configuração. Tenha um excelente dia!

Leia também: 7 hábitos para acordar mais cedo e ter mais energia

Palavra do dia: Com conselhos prudentes tu farás a guerra; e há vitória na multidão dos conselheiros. Provérbios 24:6

4 Comments

  • Reply Vestindo Ideias Abril 1, 2017 at 6:54 pm

    Eu nunca tinha pensado sobre esse conceito, nem sobre esse livro que você citou. Achei legal compreender porque algumas vezes nosso cérebro mesmo que não queremos nos faz não ouvir algo. Achei o post de uma serventia imensa! Que bom que melhorou seu desempenho em 200%, é muito bom quando isso acontece. O que tem me ajudado um pouco é fazer um bullet journal, assim to conseguindo me organizar e ver tudo que tenho pra fazer.

    • Reply Daniele Leite Abril 2, 2017 at 4:32 pm

      Eu era tão desorganizada que dava dó. Coisas espalhadas pela casa, livros não terminados e o pior de tudo foi que isso repercutiu nas minhas escolhas profissionais bagunçando a minha vida. Iniciava cursos de graduação e não terminava, ou seja, um caos. Quando digo que melhorei meu desempenho em 200% não é exagero, porque a coisa estava caótica demais. Só tenho a agradecer, a Deus , em primeiro lugar e a essas pessoas bacanas que desenvolvem esses métodos para resolver seus próprios problemas e nos inspiram a criar os nossos. Grande abraço!

  • Reply Judite Advogada Geral Abril 4, 2017 at 4:04 am

    Muito interessante. Primeira vez que leio sobre essa abordagem dos três As. Eu SEMPRE, por toma minha vida, tive problemas com produtividade e falta de disciplina. Então estou frequentemente pesquisando por aí métodos de me melhorar nesse quesito. A sensação de chegar ao fim do dia e perceber que não fiz nada do que tinha me planejado fazer é horrível e o pior de tudo q que precisei com essa sensação em infindáveis dias ao longo da minha vida. Muitos anos de angústia e até hoje encontro maneiras de contornar a falta de disciplina para impulsionar a minha carreira profissional e alcançar minhas ambições pessoas. Mas confesso que tem sido bem difícil.

    • Reply Daniele Leite Abril 4, 2017 at 1:41 pm

      Não é nada fácil Judite, também sigo nessa busca, já consegui muitas vitórias. Graças a Deus minha produtividade melhorou muito. Eu concilio várias tarefas, todas organizadinhas, mas conto com a ajuda de Deus em primeiro lugar, pedindo que abençoe meu planos sempre e faço minha parte, estudando, buscando métodos novos, lendo muitos livros e aplicando o melhor que consigo tirar deles no meu dia a dia . Hoje consigo conciliar sem passar nervoso, o meu trabalho convencional de 8 horas diárias com o Blog, faculdade e tarefas da casa, além de ainda conseguir ver meus seriados favoritos e fazer alguns cursos on-line. Uma coisa que me ajudou bastante também foi estipular prazos para mim mesma baseando-se no tempo que levo para concluir algumas tarefas e também pensar lá na frente, de como o esforço temporário pode me fazer chegar mais longe. Sei que não é fácil, de jeito nenhum, mas sei que dá pra conseguir. Grande abraço!

    Deixe seu comentário!